quarta-feira, 11 de julho de 2007

Jovens Liderando o Desenvolvimento Social

O NECSO segue o seu Ciclo de Palestras com a seguinte temática: Jovens Liderando o Desenvolvimento Social, realizado no dia 11 de julho no anfiteatro do CCSA/UFPE, fazendo interação com a proposta da Economia Solidária, em potencializar o âmbito local-regional, global. Os convidados da palestra foram Gilmar Correia Dias (Serviço de Tecnologia Alternativa/SERTA) e Aldo Resende (Programa Conexões dos Saberes/UFPE), trazendo um aporte de debate sobre juventude do meio rural e urbano. Estas vertentes se encontram ao propor o protagonismo juvenil, potencializando através de formas metodológicas que valorizam o resgate da identidade juvenil.
Gilmar expôs o funcionamento do SERTA, uma OSCIP que surgiu em 1989. Atuando inicialmente em atender aos agricultores familiares, para apoio técnico-educacional em agricultura de transição-agricultura orgânica. A prática de não uso de insumos agrícolas industriais só pode ser viabilizada com a potencialização das questões educativas. Após debate com instâncias públicas, surge a demanda de trabalho com jovens, e para compor o dinâmica de diálogo com a juventude, foi criada a Proposta Educacional de Desenvolvimento Sustentável - PEADS.
A partir da prática de conhecer a história, “1 milhão de Histórias”, através de forma lúdica promove na juventude o autoconhecimento, trazendo outros eixos, tais como: Desenvolvimento da Cidadania, Desenvolvimento Comunitário, Desenvolvimento Produtivo, Tecnológico, integrando estas ações na experiência dos Agentes de Desenvolvimento Local - ADL.
Há uma preocupação em atender as demandas da juventude rural por meio do diálogo, reconhecimento de sua identidade como produtor/a rural, promovendo a dialogicidade entre jovens e suas famílias, trazendo uma nova dimensão das práticas agrícolas atreladas a necessidade de sistema tecnológico característico com a real necessidade de cada grupo.
Hoje, a PEADS foi implementada nas escolas municipais atendendo as regiões da Mata, Agreste e Sertão, trazendo os caracteres dos sujeitos sociais. E o curso da ADL
com carga horária de 1200 horas, estão tentando transformar em um curso profissionalizante, estão na sexta turma, cada uma com 120 jovens que acontecem em Gloria do Goitá.
Aldo Resende trouxe a experiência de atuação com e protagonizada pelos jovens no Programa Conexões dos Saberes/UFPE, onde jovens de comunidades populares e ingressos na universidade integram equipes de formação, administrativo-financeiro, construção, trabalhando em projetos sociais. Os jovens provêm a integração do aprendizado acadêmico e os espaços sociais externos. Dentre as ações desenvolvidas pelo Conexões de Saberes estão: Projeto Habitacional Dom Hélder, Projeto Piloto Chico Mendes, Pré-Vestibulares em Comunidades Populares, Re-Junte, Centro de Comunicação e Juventude.
Aldo abordou assuntos que fortaleceram a discussão entorno do tema, tratou da identidade do jovem na atualidade com destaque para a cultura de massas que, principalmente através dos meios de comunicação impõe padrões de comportamento fundados na ideologia alienante de culto ao corpo e ao individualismo. Enfatizando: a fragmentação dos movimentos sociais e a necessidade de fortalecimento dos mesmos a partir do local de moradia tendo como princípios básicos a legitimidade da representação e o protagonismo de fato. Neste contexto, destaca ainda o objetivo do Programa Conexões de Saberes que possibilita a superação da condição de bolsista para a situação de pesquisadores capazes de desenvolver uma nova leitura da realidade na perspectiva de transformá-la.
Houve espaço de debate e algumas questões levantadas: As inquietações de atender a produção não-capitalista e o elo de ligação emergencial com os movimentos sociais; Esta abordagem conta com a proposta de reinvidicação política que no meio rural é promotora pela Educação do Campo, intervindo nas ações em prover o desenvolvimento local. Sabemos que as interfaces de meio rural e urbano são distintas, mas que trazem em ambas a quebra de paradigma de estagnação social. As experiências apresentadas são caracteres de necessidades em educação para a juventude, através dos atores sociais promovendo a sustentabilidade, viabilizando o desenvolvimento local.

Maiores informações:

Serviço de Tecnologia Alternativa
(www.serta.org.br)
Programa Conexões de Saberes

0 comentários:

O NECSO, um dos grupos de pesquisa da UFPE, criado em 2004 e devidamente registrado no Conselho Nacional de Pesquisas (CNPq), vem trabalhando tendo como fio metodológico a combinação entre pesquisa e extensão. Trata-se de envolver professores (pesquisadores) e estudantes (pesquisadores em formação) na tarefa de implementar uma ação social – ao mesmo tempo em que seja desenvolvido um trabalho de avaliação dessa ação.

Contato: necsoufpe@gmail.com

Mural do NECSO!